Desentendimentos na relação amorosa: sentir-se desvalorizada como Mulher pelo marido



Catarina:  boa tarde

O meu caso prende-se com o facto do meu marido apos o nascimento da nossa filha de 4 anos, deixou de me ver como mulher e apenas como mae. Tendo levado isso a uma vida intima praticamete nula. Gostaria de saber se me pode ajudar pois ele sozinho não consegue.
obrigada
 

Dra. Mónica: Cara Catarina,

Curiosamente, costuma ser a própria mulher a ter tendência para se afastar das "outras coisas" para se centrar no seu bebé e na sua nova condição de mãe. Isto quando dá à luz um filho. Não costuma ser o homem a se afastar. Desta forma, na vossa situação familiar, pode ter acontecido que o seu marido apenas tenha respondido ao seu afastamento inicial sem a Catarina se ter apercebido dos seus próprios comportamentos iniciais de afastamento, os quais são normais e próprios nas mulheres quando dão à luz. O seu marido pode ter sido condicionado por esses seus comportamentos iniciais de afastamento, generalizando-os para sempre e em todas as alturas. Ou seja, na prática, a Catarina não tem tanta disponibilidade para o seu marido como dantes tinha pelo facto de ter sido mãe e, hipoteticamente, o seu marido percepcionou que a Catarina já não tem tempo e disponibilidade para ele por agora ser mãe. isto não é consciente e não basta dizer que não tem que ser assim. Tem a ver com padrões de comportamentos enraizados e crenças que se tem, que são adquiridas também culturalmente. Isto, se partirmos do pressuposto que o afastamento tem a ver só com o nascimento da vossa filha e não com a perca do interesse sexual e a falta de atracção. Pois, são características de uma relação que tendem a desvanecer-se ao longo do tempo. É normal que um casal perca aquela paixão inicial que tinham um pelo outro, e toda a intimidade que estava muito ligada a essa paixão física. Para que essa intimidade perdure, a relação tem que ser constantemente trabalhada, tem que se mimar sempre mjuito o outro, como de dois namorados apaixonados se tratasse. E com toda a correria do dia-a-dia, com as questões profissionais e, mais com a vinda de filhos, é muito difícil se manter essa grande harmonia no casal.

Para se a resgatar, pode, por exemplo, proporcionar de vez em quando momentos a dois, momntos românticos para se voltarem a reencontrar um com o outro. E esses momentos devem ser fora da rotina do dia-a-dia e não só à hora do sexo. Deve ser uma coisa trabalhada continuamente. Algo em que se investe e em que se tem que perder algum tempo, energia e disponibilidade ao longo da relação.

Seria igualmente importante trabalhar as vossas questões relacionadas com a vossa relação, com o que cada um sente, como vê o outro, como se posiciona na relação, papéis e crenças, etc. Em suma, proponho uma terapia de casal a vocês os dois. Dou consultas no Cacém (Sintra) e em Lisboa. E também por skype.

Atenciosamente,

Mónica de Sousa
(Psicóloga Clínica)

 

Contactos e informações:

Dra. Mónica de Sousa
Telemóvel: 91 907 11 22
Contacte por Email clicando aqui


SUGERIMOS AINDA QUE VEJA
artigos nesta categoria

Sexualidade: falta de desejo e dores durante a relação
Sexualidade: falta de desejo e dores durante a relação

Fernando :  Boa tarde doutora. Bem,minha namorada me deu uma notícia a pouco temp (ler mais)


Inscreva-se na Newsletter

Email:
Confirmação - Escreva o seguinte número: 9237




Envie-nos a sua mensagem

Nome:
Email:

Telefone (opcional mas também importante)
Confirmação - Escreva o seguinte número: 9237

Mensagem